O autor

1005910_529447287102293_578906649_nO autor, Francisco Carlos P. dos Santos Rodrigues:


Nascido em 1952 no Laranjeiro, Almada, no Bairro do Rato, habitado à época e predominantemente por operários pobres e por ciganos, viveu entre Almada, Olhão, Estoril e Lisboa até à idade de 15 anos, quando decide empreender solitariamente uma viagem por via terrestre, até Angola. Viagem rapidamente interrompida em Marrocos, volta a Tarifa, Espanha, onde trabalha algum tempo nas fábricas de conserva, após o que denunciado na sua condição ilegal por uma portuguesa, é devolvido ao seu país natal e entregue à PIDE depois duma estadia num reformatório de Cádiz, Espanha, onde conviveu com dezenas de jovens oriundos dos mais diversos recantos e extratos sociais da Península Ibérica e Marrocos.


Precocemente ensinado a ler por uma avó muito culta que entre outras coisas fora bailarina, enfermeira, e professora primária, precocemente também, denota uma insaciável curiosidade pelo mundo e pelas culturas, despoletada aparentemente pelas obras de Eça de Queiroz, Jorge Amado, London, Moravia, Papini, Gorky, Camus, Kipling, Dumas, Salgari, Dostoievski, Tchekhov, Zola, Verne, Steinbeck, Hans Hass, Jack Kerouac e outros, que para além de lhe terem proporcionado maravilhosas viagens virtuais por todo o mundo, lhe abriram os horizontes mais vastos e abrangentes que podem pertencer ao ser humano enquanto tal, levando-o desde muito cedo a aperceber-se das profundas desigualdades e injustiças em que, sobretudo as sociedades tecnologicamente mais desenvolvidas, são tão prolíferas.

 
Retomados mais tarde na escola noturna os estudos, abandonados de dia aos doze anos para começar a trabalhar em busca duma certa independência, passou pelas mais diversas profissões em Portugal, Marrocos, Espanha e Angola, como apanha-bolas numa escola de ténis, pastor de ovelhas, empregado de armazém, carpinteiro, empregado de tabacaria, de ourivesaria, ajudante de motorista, empregado numa fábrica de camisas, trabalhador em portos de pesca, operário em fábricas de conservas de peixe, eletricista montador, mecânico de automóveis, escriturário, mergulhador-apanhador de algas, desmontador de viaturas velhas, vendedor de enciclopédias, promotor numa cooperativa cultural, vendedor de cabazes de natal, vendedor de seguros, motorista, camionista, vendedor ambulante de peixe, cobrador de dívidas, empregado de cantina, rececionista de hotel, empregado de mesa, garimpeiro de diamantes, eletricista de automóveis, bobinador, responsável de economato, caçador de caça grossa, caçador de lagostas, operário de linha de montagem de ar condicionado, técnico de ar condicionado, dirigente numa cooperativa de eletricistas, empreiteiro, comerciante de material elétrico, construtor civil, vendedor de material elétrico, vendedor de eletrodomésticos, desenhador-orçamentista-montador de mobiliário de cozinhas, comerciante de eletrodomésticos, comerciante de artesanato oriental e árabe, comerciante de pronto a vestir, e por fim, escritor, se assim se pode chamar…


Descobriu o prazer das duas rodas aos dezasseis anos, nas viagens que apesar de reduzidas em dias, não o impediam de fazer mil e quinhentos km em cada fim de semana ao volante duma modesta Sachs V5, e anos mais tarde, numa Honda 350 pelas estradas de Angola, por onde viajou meses seguidos, também, à boleia. Viajante e observador, autodidata, os seus maiores prazeres na vida têm sido sempre a leitura, a fotografia, as viagens, a caça-submarina, o mergulho, e a escrita.

Eternamente dividido entre a sua cultura original e as várias outras que foi conhecendo ao longo do seu percurso de vida, por vezes, muitas vezes, perdido nos meandros entre aquilo que é normalmente interpretado como as raízes de cada um, e as de todos, os homens e mulheres, sentindo-se mais um mestiço que um nativo dum ou doutro dos muitos lados que enformam a enorme, embora raras vezes solidária, sociedade humana…

2 thoughts on “O autor

    1. filhosdosoledovento1

      Olá!
      Estou inteiramente disponível para fazer a apresentação do livro, e fico sincera e imensamente grato pelo convite. Diga-me quando e onde pretende realizar o evento, e poderá se o desejar contactar-me pelo tlm. 926906131. Resido perto, em Quarteira.
      Um abraço,
      Carlos

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s